top of page
  • Foto do escritorAero Latina

Companhia aérea tentará “decolar” Airbus A320 de um campo na Rússia


Airbus A320 Ural Airlines
A Ural Airlines ergueu uma cerca ao redor da aeronave com a finalidade de proteger a aeronave.
"A aeronave realizou um pouso de emergência em um Campo aberto no ultimo dia 12 de setembro, após a aeronave apresentar falhas no sistema hidráulico, ao todo 161 passageiros e seis tripulantes estavam a bordo, ninguém ficou ferido."

A Ural Airlines confirmou que tentará decolar seu Airbus A320 de um campo aberto após um pouso de emergência no último dia 12 de setembro.


A empresa aérea russa disse em um comunicado que está considerando “várias opções para tirar a aeronave do campo” e que está aguardando a entrega de elevadores para realizar testes no trem de pouso, de componentes e estudos adicionais do projeto da aeronave.


O plano também inclui, retirar todos os assentos de passageiros, para tornar a aeronave mais leve, revelou a empresa em um comunicado.


A aeronave, prefixo RA-73805 (C/N:2166) estava transportando 161 passageiros e seis tripulantes entre Sochi e Omsk na Rússia, quando teve de realizar um pouso de emergência em um campo na Sibéria, enquanto tentava alternar para um aeroporto após identificar uma falha no sistema hidráulico da aeronave.


Em uma nota, a empresa aérea revelou que, após exames mais detalhados dos motores, sua equipe de engenharia determinou que não necessitará realizar reparos.


Airbus A320 Ural Airlines
Imagem mostra um engenheiro limpando o compartimento hidráulico da aeronave.

“A seção de fluxo de ar do motor foi limpa e retiraram toda terra e palha, o que foi confirmado por uma inspeção repetida”, acrescentou o comunicado.


Em uma coletiva de imprensa após o incidente, o diretor geral da Ural Airlines Sergei Skuratov revelou que o sistema hidráulico da aeronave falhou enquanto o jato estava em aproximação a Omsk.


Airbus A320 Ural Airlines
O site Flightradar24 mostrando a rota voo descrevendo a rota da aeronave.

Skuratov disse que, como resultado da falha, a distância de pouso necessária aumentou além dos 2.500 metros oferecidos pela Omsk. A tripulação decidiu posteriormente desviar para Novosibirsk localizado a aproximadamente 600 km a leste de seu destino planejado, pois a pista do aeroporto possuía 3.600 metros disponíveis para o pouso em segurança.


O sistema hidráulico verde em um A320 é responsável por levantar e abaixar o trem de pouso, slats e flaps. Também é responsável por fornecer pressão para os freios normais, reverso para o motor 1 e alguns dos spoilers da asa. No entanto, os sistemas hidráulicos amarelos e azuis fornecem redundância para algumas dessas funções.


O A320 acabou tendo uma maior queima de combustível em seu desvio devido à sua baixa altitude, e também enfrentou ventos fortes e a incapacidade de retrair o trem de pouso, sendo assim o comandante da aeronave optou em pousar em uma região de campo aberto.


Fonte: Key.Aero

Tradução: Aero Latina

Fotos: Ural Airlines

Comments


bottom of page