top of page
  • Foto do escritorAero Latina

Boeing é selecionada pela NASA para liderar testes de voo sustentável


A NASA, a Boeing e os outros parceiros envolvidos na iniciativa têm o objetivo de reduzir o uso de combustível e as emissões de aviões de corredor único em até 30%.
  • Avanços em tecnologias sustentáveis são fundamentais para atingir a meta da aviação civil de zerar as emissões líquidas de carbono até 2050.


A Boeing foi selecionada pela NASA para liderar o desenvolvimento e os voos teste de um avião de demonstração Transonic Truss-Braced Wing (TTBW) de grande escala.


As tecnologias apresentadas e testadas como parte do programa de Demonstração de Voo Sustentável (SFD, na sigla em inglês) serão usadas em futuros projetos, podendo trazer avanços na aerodinâmica e ganhos de eficiência do combustível.


Quando combinado aos avanços esperados nos sistemas de propulsão, materiais e arquitetura de sistemas, um avião de corredor único com configuração TTBW pode reduzir o consumo de combustível e as emissões em até 30% em relação aos aviões de corredor único mais eficientes atualmente, dependendo da missão. O programa SFD visa promover o compromisso do setor da aviação civil de atingir zero emissão líquida de carbono até 2050, além das metas estabelecidas no Plano de Ação Climática da Aviação dos Estados Unidos, divulgado pela Casa Branca.


“O programa SFD pode contribuir significativamente para um futuro sustentável”, disse Greg Hyslop, engenheiro-chefe e vice-presidente executivo de Engenharia, Teste e Tecnologia da Boeing. “O programa representa uma oportunidade de projetar, construir e pilotar um avião experimental de grande escala, além de resolver novos problemas técnicos.”


Asas ultrafinas sustentadas por suportes, com envergaduras e alongamento maiores, podem acomodar sistemas de propulsão avançados, que encontram limitação de falta de espaço sob as asas nas configurações atuais de aviões de asas baixas. No veículo de demonstração, a Boeing integrará elementos de veículos atuais com componentes totalmente novos.


O financiamento da NASA por meio do Acordo da Lei Espacial SFD totaliza US$ 425 milhões. O programa SFD também terá até US$ 725 milhões em financiamento da Boeing e de seus parceiros do setor para ajustar o programa de demonstração e atender às necessidades de recursos necessários. Separadamente, os investimentos internos anteriores da Boeing em fases recentes de pesquisa para aviação sustentável totalizam US$ 110 milhões.


O conceito da fuselagem do TTBW é resultado de mais de uma década de desenvolvimento com o apoio de investimentos da NASA, Boeing e do setor. Em programas anteriores da NASA, incluindo o Subsonic Ultra Green Aircraft Research, a Boeing realizou extensos testes em túnel de vento e modelagem digital para avançar no projeto do TTBW. Os primeiros estudos conceituais começaram no programa Environmentally Responsible Aviation da NASA.


Fonte: Boeing Company

0 comentário

Komentarze


bottom of page