top of page
  • Foto do escritorAero Latina

Azul Linhas Aéreas acrescenta três A330neo à frota


"Aeronave é membro da família Widebody, líder da Airbus, que proporciona custos operacionais mais baixos e menor impacto ambiental"

A Azul assinou um pedido de três A330-900 que permitirá expandir ainda mais sua rede internacional e complementar suas operações A330 existentes, elevando para oito a frota total de aeronaves A330neo da companhia aérea. 


“Estamos muito satisfeitos por ter garantido mais três aeronaves de fuselagem larga da próxima geração da Airbus, o que garante a transformação completa de nossa frota da velha geração para a próxima geração. Estamos focados em manter nossa frota de fuselagem larga estável

enquanto, ao mesmo tempo, usufruímos da economia de combustível dessas aeronaves”, declarou John Rodgerson, CEO da Azul, que continua: “com este pedido,fizemos exatamente isso”. 


"Aplaudimos a decisão da Azul, que mostra sua estratégia voltada para o futuro e prova que a economia e o desempenho do A330neo são os mais atraentes. O A330neo é a ferramenta perfeita para apoiar a Azul na expansão de sua frota com o tamanho certo e widebody moderno, alavancando a mais recente tecnologia e eficiência, contribuindo para a redução de CO²", disse Christian Scherer, CCO e Head da Airbus International. 

O A330neo é um membro da família Widebody, líder da Airbus, que proporciona custos operacionais mais baixos e menor impacto ambiental, combinando tecnologias aprimoradas do A350 com motores Rolls-Royce Trent 7000 altamente eficientes. Apresentado com a cabine do Airspace, o A330neo oferece inigualáveis experiência aos passageiros e eficiência operacional graças a uma área de boas-vindas redesenhada, iluminação ambiente aprimorada, compartimentos suspensos maiores e modernos e novos projetos de janelas e lavatórios. 


A Azul Linhas Aéreas lançou operações em 2008 e desde então cresceu para atender mais de 150 destinos no Brasil, e voa non-stop para os Estados Unidos, Europa e América do Sul. A Azul recebeu o primeiro A330neo das Américas em 2019 e opera 12 aeronaves da família A330. Nas semanas que vem, a Azul começará a operar quatro A350-900 para expandir ainda mais sua oferta de rotas e se beneficiar do conceito de uniformização da Airbus. 

Na América Latina e no Caribe, a Airbus já vendeu mais de 1.150 aeronaves e tem um backlog de mais de 500, com mais de 700 em operação em toda a região, representando quase 60 por cento da cota de mercado da frota em serviço. Desde 1994, a Airbus tem assegurado aproximadamente 70 por cento das encomendas líquidas na região. 


Fonte: Azul



Comentários


bottom of page