top of page
  • Foto do escritorAero Latina

Aena investe R$ 27,5 milhões em oito novas pontes de embarque para aeroportos do Nordeste

  • Equipamentos já foram instalados nos aeroportos que atendem às capitais de Sergipe e de Alagoas, que antes não possuíam pontes móveis

  • Quatro pontes estão em fase de instalação na capital pernambucana, voltadas para atender, principalmente, aeronaves de grande porte e voos internacionais

  • Além dos novos fingers, o Recife está aportando recursos também na modernização e revitalização dos 11 equipamentos já existentes, ficando com 15, no total

  • Investimentos fazem parte das obras estruturais realizadas pela concessionária para melhorar a experiência dos passageiros, implantando o padrão Aena no Brasil

Ponte de Embarque nos aeroportos

Com investimentos que ultrapassam os R$ 27,5 milhões, a Aena está implantando oito novos fingers nos aeroportos que administra no Nordeste. Quatro já estão em funcionamento, sendo dois em João Pessoa e dois em Aracaju, aeroportos que antes não contavam com esses equipamentos. Outros quatro estão em fase de instalação no Aeroporto Internacional do Recife, e devem estar em pleno funcionamento até o final do ano. Os fingers são pontes móveis que se acoplam às aeronaves para embarque e desembarque dos passageiros, oferecendo mais conforto, agilidade e segurança.


As quatro pontes do Aeroporto do Recife estão sendo instaladas na área de expansão do terminal, onde são finalizadas as obras do novo embarque internacional de passageiros, com salas bem maiores e mais confortáveis. A ampliação do pátio vai permitir o estacionamento de até quatro aeronaves de grande porte simultaneamente, com a possibilidade de atrair mais operações internacionais para a capital pernambucana. Os investimentos já têm resultados previstos para a próxima temporada de verão. A partir de março, a TAP vai aumentar a frequência de voos semanais para o Recife de sete para dez, expandindo a conexão com a Europa. O aeroporto conta com mais quatro rotas para outros países: Fort Lauderdale e Orlando (EUA), Montevidéu (Uruguai) e Buenos Aires (Argentina).


Ponte de Embarque nos aeroportos

No Recife, além do acréscimo dos novos fingers, todos os 11 equipamentos já existentes passam por um processo completo de modernização e revitalização, com materiais de alta qualidade. Assim, após a conclusão das obras, o terminal pernambucano terá um total de 15 pontes de embarque, novas ou totalmente renovadas, melhorando significativamente o conforto e a experiência dos clientes que transitam pelo aeroporto mais movimentado não só do Nordeste, mas de todas as capitais brasileiras, excluindo a região Sudeste e Brasília.


Todas as oito pontes de embarque vieram da China e são fabricadas pela Tianda, uma das principais empresas do segmento. As melhorias fazem parte das obras estruturais realizadas pela Aena Brasil para modernizar os seis aeroportos administrados no Nordeste, tornando-os mais confortáveis, seguros, tecnológicos e sustentáveis, melhorando assim as experiências de viagens dos clientes.


Fonte: Aena

Comments


bottom of page